Você conhece o mais completo site brasileiro especializado em "causa mortis" de personalidades famosas e históricas? www.MORTENAHISTORIA.blogspot.com

RASPUTIN MORTO



RASPUTIN MORTO 

DATA DA FOTO: 1916 
FOTÓGRAFO: Desconhecido. 
LOCAL: São Petersburgo, Rússia. 
FONTE: www.pinterest.com 

Seu nome era Grigoriy Yefimovich Rasputin, foi um místico russo, figura politicamente influente no final do período czarista. Por volta de 1905, a sua já conhecida reputação de místico introduziu-o no círculo restrito da Corte imperial russa, onde, segundo se dizia, Rasputin teria salvado a vida de Alexei Romanov, o filho do czar, que era hemofílico. Perante este acontecimento, a czarina Alexandra Feodorovna dedicar-lhe-á uma atenção cega e uma confiança desmedida, denominando-o mesmo de "mensageiro de Deus". 

Com esta proteção, Rasputin passa a influenciar a Corte e principalmente a família imperial russa, colocando homens como ele no topo da hierarquia da poderosa Igreja Ortodoxa Russa. Todavia, o seu comportamento considerado dissoluto, licencioso e devasso (com supostas orgias e envolvimento com mulheres da alta sociedade) justificará denúncias feitas por políticos, dentre os quais se destacam Piotr Stolypin e Vladimir Kokovtsov. 

O czar Nicolau II se afasta então de Rasputin, mas a czarina Alexandra mantém a sua confiança absoluta no decadente monge. Rasputin foi envenenado em uma festa mas não morreu. 

Seus inimigos o seguiram e deram-lhe tiros (inclusive um na cabeça). Amarraram seu corpo e jogaram no rio Neva, um rio gelado em Petrogrado. Rasputin foi encontrado morto e a autópsia revelou que o monge morrera de hipotermia (inclusive as mãos apareceram desamarradas, o que prova que não morreu nem com o veneno e nem com os tiros). Existe um relato de que, após o seu corpo ter sido recuperado, foi encontrada água nos pulmões, dando apoio à ideia de que ele ainda estava vivo quando jogado no rio parcialmente congelado. 

Na primeira imagem, aparece Rasputin congelado, mas com as mãos claramente desatadas, ou seja, mesmo jogado no rio desacordado, ele conseguiu despertar e tirar as amarras, mas não resistiu às águas congelantes. (ele tinha 47 anos e 1,93m de altura).

Nenhum comentário: